Superpoder do cacau

22/10/2015 por Revista dos Vegetarianos

0
cacau-ed81--2

A fruta é muito rica em magnésio, essencial para o bom funcionamento muscular e neurológico


Por: Samira Menezes –

Filho e neto de produtores de cacau, em Ilhéus (Bahia), o engenheiro Adeir Boida de Andrade, da Planeta Cacau, dedica sua vida à pesquisa dos benefícios dessa fantástica fruta para a saúde. De acordo com suas informações, na amêndoa de cacau já foram identificadas mais de mil substâncias químicas diferentes – apesar de muitas delas acabarem se perdendo durante o processamento dos grãos para fabricação do chocolate.

Por isso, em vez de comer chocolate (os menos saudáveis são as versões ao leite e branco), o melhor mesmo seria consumir sua amêndoa descascada (nibs) pronta para consumo – apesar de as versões do chocolate amargo, com 70% de cacau, serem também bem interessantes e mais fáceis de encontrar. “Alguns autores, como o americano David Wolfe, já falam em dois mil compostos químicos na amêndoa do cacau. É o mais nobre alimento que a mãe natureza já disponibilizou para consumo humano. Em peso, o cacau tem mais antioxidantes do que o vinho tinto, o mirtilo, o açaí, a romã e a goji berry”, revela o engenheiro.

Mas não é só na quantidade de antioxidantes que o cacau é super. Falou em magnésio, Adeir imediatamente aponta – “o cacau têm mais magnésio do que qualquer outro alimento. Cada 100g de cacau cru tem 550 mg do mineral”. Não custa lembrar que o magnésio é importante para ajudar na fixação do cálcio nos ossos, além de contribuir para as funções nervosas e de mexer com o humor, pois participa da produção de serotonina (o neurotransmissor do bem-estar). Junto com o magnésio, aparece ainda o ferro e cromo, que ajuda a balancear os níveis de açúcar no sangue, manganês, zinco, cobre e vitamina C.

Quem já comeu a amêndoa do cacau sabe que ela também costuma funcionar como o café, quando é preciso dar uma acelerada na mente. Mas, segundo Adeir, essa sensação não se deve à cafeína, mas sim a uma outra substância, conhecida como theobromina. “O cacau tem cerca de 1% dessa substância, parente da cafeína”, afirma o engenheiro. Segundo ele, a theobromina funciona ainda como antibactericida, eficiente principalmente na eliminação da bactéria que provoca a cárie, e costuma ser um bom dilatador dos vasos do sistema cardiovascular. “Essa é uma das principais razões do porquê o cacau é parte importante para dieta saudável do coração.”

 

Esse trecho foi retirado da Revista dos Vegetarianos, seção Matéria de capa, edição 81.


Leia mais em:

Revista dos Vegetarianos - Edição 81

Site integrante do portal Europanet | Copyright © 2018 Editora Europa Ltda. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site