Projeto de Lei proíbe a criação de animais para extração de pele

por Revista dos Vegetarianos

0
OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em resposta, criadores de chinchilas afirmam que matarão mais de 30 mil animais


Há cerca de um mês, foi aprovado na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP), o projeto de lei PL 616/2011, que propõe a proibição da criação de animais para a extração de pele no Estado de São Paulo. O Projeto é de autoria do deputado Feliciano Filho e, para ser concretizado, ainda depende da sanção ou veto do governador Geraldo Alckmin, que tem até do dia 28 de outubro de 2014 para tomar a decisão.

Em resposta a decisão da ALESP, algumas das principais criadoras de chinchilas do estado mataram seus animais. O argentino Carlos Perez, dono da empresa Master Chinchila, que cria os animais em Itapecerica da Serra – SP, afirma que se o Projeto for aceito 30 mil chinchilas serão mortas, atribuindo a responsabilidade das mortes ao PL, apesar de o objetivo da criação ser unicamente a extração de pele seguida de morte. Um empresa de Sorocaba também informa que 1500 animais foram mortos no dia 8 de outubro.

O governador tem até o dia 28 de outubro para vetar ou aprovar o Projeto de Lei. Se sancionada, a proposta obrigará empresas que criam animais com essa finalidade a fecharem as portas.

Com informações do Vista-se

 


Site integrante do portal Europanet | Copyright © 2018 Editora Europa Ltda. É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site